Corpo perfeito sem dieta

Enviado por em maio 14, 2012 | 22:00 | Versão para impressão

A inglesa Mimi Spencer sempre se sentiu péssima por estar fora do peso. Ela passou anos colocando em prática as dicas que, como jornalista de moda e beleza, ouvia dos treinadores de celebridades. Um dia desistiu das muitas dietas que havia feito e adotou um estilo de vida que combina com as mortais. O plano de Mimi se baseia em encontrar formas de viver bem, longe da tirania da magreza. Com base nessa teoria, ela escreveu 101 Coisas para Fazer Antes da Dieta, lançado em março. Confira a seleção de táticas para você ter o corpo dos seus sonhos já.

Coma mais para emagrecer

Milk-shake com cobertura extra?
Segundo um estudo da Universidade Yale, nos EUA, mulheres que beberam um copo da bebida com 380 calorias, mas acharam que ela tinha 620, tiveram queda da produção do hormônio que estimula o apetite, a grelina, diferentemente das que imaginaram estar ingerindo só 140 calorias. Esse hormônio turbina a queima de calorias e inibe a fome.

Tome quantos picolés quiser
Precisa ser de fruta e ter pouco açúcar. O truque é que o petisco é praticamente feito todo de água e zero gordura. Quanto mais deles consumir, mais magra se sentirá: ingerir líquidos ajuda a acabar com inchaços e a murchar a barriga.

Devore um belo pedaço de bolo
A vontade de doce pode ser ação dos hormônios. Uma pesquisa da Universidade de Melbourne, na Austrália, diz que 90% das pessoas que fazem regime voltam ao peso anterior. Tudo porque seus hormônios ficam dizendo para comerem mais. Por isso, se não conseguir enfrentá-los, satisfaça-os. Vai evitar que acabe devorando um bolo inteirinho hora dessas e colocando a perder o peso deletado.

Beba refrigerantes tradicionais
Um estudo da Universidade do Texas, nos EUA, mostrou que quem consome dois a três copos de refrigerante sem açúcar por dia ganha um aumento na circunferência da cintura cinco vezes maior do que quem evita esse tipo de bebida.

Prepare sua própria batata frita
Ela deve ser de batata-doce e cozida no forno (por 30 minutos), com um fio de azeite. Esse tipo possui fibras que aumentam a sensação de saciedade e estabilizam o nível de açúcar no sangue, impedindo que você queira comer fritura de verdade.

Esqueça as calorias
A qualidade da comida importa muito mais que as calorias na hora de perder peso. Quem só come junk food tem mais dificuldade para emagrecer do que quem consome a mesma quantidade de calorias vinda de massas, carnes e risotos deliciosos.

Faça a gueixa
O Japão apresenta a menor taxa de obesidade entre os países desenvolvidos. O baixo consumo de laticínios e de carne vermelha está entre as razões disso. Em compensação, eles comem muitos alimentos in natura. Opte por sashimi! Se não gosta, vire peruana e vá de ceviche, peixe marinado no limão. O sumo “cozinha” a carne.

Experimente novos petiscos
A ideia é encarar o ato de se alimentar como uma experiência, e não como uma muleta. Vale combinações diferentes e comidas complicadas, que levam um tempão para ser saboreadas. Além de ampliar os horizontes do seu paladar, você não vai encher tanto o prato como quando está diante daquela familiar e tentadora lasanha aos quatro queijos.

Bela Morais e Karina Hollo

Comentários

comentários

Boa Forma , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Leia também:

2 Comentários. Faça o seu!


  1. Doc, 9 mêss atrás Responder

    I read your post and wished I’d wrtiten it


  2. kredit vergleich leasing, 2 mêss atrás Responder

    "The higher global temperature leads to more evaporation."Once again that is not a true statement. Warmer temps do not necessarily equate to more evaporation. This is dependent on where evaporation is occuring. As an example why is there more evaporation in the upper atmosphere when the temps are lower? Why is there more evaporation in a supercell when cooler air advects or is created by a downdraft?


Envie sua resposta