Combatendo a queda de cabelo

Enviado por em outubro 20, 2011 | 21:38 | Versão para impressão

Você quer que seu cabelo cresça mais rápido? Novos tratamentos e produtos podem ajudá-la a conquistar mechas longas e poderosas.

Penélope Cruz, Blake Lively, Gisele Bündchen. Essas estrelas de sucesso têm algumas coisas em comum. O cabelo lindo, de fazer suspirar a concorrência, é a primeira delas. Antepassados com mechas cheias e vistosas, possivelmente também. “Fio que cresce rápido e forte costuma ter raiz de diâmetro mais largo, característica herdada geneticamente”, diz o dermatologista Ademir Júnior, de São Paulo.

Mas se a genética pesa, outros fatores implicam em feixes mais ou menos abundantes. “Deficiência nutricional, estresse, desequilíbrio hormonal e até doenças da tireoide são fatores que provocam alterações, assim como a menopausa”, diz o dermatologista Celso Sodré, do Rio de Janeiro. Queda acentuada, afinamento e falhas são sinais de que é hora de ir ao médico procurar ajuda.

Força-tarefa

Após uma análise inicial, o especialista decide que tipo de técnica utilizar. O tratamento pode começar com a indicação de substâncias de uso tópico e a ingestão de suplementos – sempre, é claro, levando em conta as necessidades de cada paciente. “Loções à base do vasodilatador minoxidil e de alfaestradiol, aplicadas no couro cabeludo, são eficazes contra o afinamento e a queda”, diz a dermatologista Flávia Sternberg, de São Paulo. “Suplementos vitamínicos e protéicos são igualmente úteis.”

Técnicas como a mesoterapia com proteínas podem ser agregadas. Em cada sessão, o médico dá microinjeções no couro cabeludo, introduzindo minoxidil, proteínas e outros ativos nutritivos (o mix vem diluído em anestésico). A sessão sai entre R$ 200 e R$ 350 e os resultados surgem entre dez e 15 sessões. A luz do tipo LED é outra aliada contra o crescimento lento. “Ela estimula a raiz do cabelo, fazendo com que ele cresça com mais vigor”, diz a dermatologista Graça Silveira, do Rio de Janeiro. As sessões saem por cerca de R$ 150.

Lição de casa

Além de seguir os tratamentos recomendados pelo médico, fique de olho no próprio prato. “Ingerir minerais como zinco, cobre e ferro e aminoácidos formadores da queratina, presentes em alimentos como carne, grãos, ovos, castanhas, nozes e folhas de cor escura, é essencial para manter a qualidade e a quantidade de cabelo”, diz Ademir Júnior. “Dietas restritivas podem diminuir o consumo dessas substâncias e nesses casos tomar um complemento se torna obrigatório”.

Consumo

Shampoos e cosmecêuticos para aplicar no couro cabeludo e estimular a raiz funcionam como um complemento ao tratamento. Veja algumas sugestões de produtos:

1. Kerium, da La Roche Possay.
2. Anastim concentrado, da Ducray.
3. Balance Scalp Serum, da Wella.
4. Aminexil SP94 Fórmula Mulher, da Vichy.
5. Fluido Nutritivo Fortesse, da Medicatriz.

Gabriela Garcia

Comentários

comentários

Cabelos , , , , , , , , , , , , , , ,

Leia também:

1 comentário. Faça o seu!


Envie sua resposta